quem acredita em nós, em nossa arte...

quem acredita em nós, em nossa arte...
quem acredita em nós, em nossa arte...

terça-feira, 20 de abril de 2010

MEMÓRIA FETARC


CRIAÇÃO DO FESTIVAL DE TEATRO ROSÁRIO EM CENA
• O Grupo Art’&Vida acreditando que o município de Rosário do Sul, necessitava de inovações em seu meio social e artístico cria o Festival Regional de Teatro Amador Rosário em Cena, no ano de 1999. Com a participação de grupo não somente da região, mas de todas as áreas do Estado do RS. Destaques para Grupo Elenku (O Avarento) de Arroio do Meio e Escola Marista Santanense com Os Saltimbancos.

• No ano seguinte o Festival acontece na sua II edição trazendo outros grupos do Estado em outras áreas de destaque como Grupo Adaptação de Caçapava do Sul (Ed Mort) que lança o Ator Maykel Teixeira no Estado como Melhor Ator Gaúcho. A arte contemporânea do Grupo Máschara da cidade de Cruz Alta (Antígona).

• Na sua terceira edição o Art’&Vida coordenador do Rosário em Cena pensa em abre espaço para talentos nacionais em seu festival o qual logra êxito com a participação da cidade do Rio de Janeiro -RJ com a Cia Realidade (O Extremo de um Louco). Além de grupos estaduais com destaque como Escobar e Amigos de Itaqui (Os Saltimbancos), e ProArt Produções de Santa Maria, com Contos de F(o)adas.

• A quarta edição do Rosário em cena, desta vez traz ao evento além de um público que começa a alcançar as expectativas na meta da criação de platéia numa cidade sem tradição teatral, mais um espetáculo de fora do Estado; da cidade de Sorocaba São Paulo, “ Um Bonde Chamado Desejo” do Grupo Katharsis. Além dos destaques para Cia Era uma vez de RG (O Patinho Feio não é Tremendão), e Cia Retalhos da cidade de Santa Maria com “Os Cegos”.

• O quinto ano do Rosário em Cena consolida a idéia de que temos platéia para atender a demanda teatral em Rosário do Sul, que o Rio Grande do Sul tem qualidade técnica para realizar a arte no palco do Teatro João Pessoa e destacados a participação de Dom Pedrito “Achei, Perdi, Achei, Ganhamos” Cia Teatral Naype , e A Serpente da Cia Retalhos de Santa Maria.

• No sexto ano, o Rosário em Cena, um trabalho feito essencialmente por atores do Art’&Vida e sua equipe de forma geral organizam segundo os grupo participantes, comunidade, imprensa municipal, regional e estadual em dos melhores festivais de Teatro do Estado. Com reconhecimento da FETARGS e IEACEN. Neste ano em 2005, o Art’&Vida alcança suas melhores platéias e os melhores resultados nas ações de destacar a arte local, com reflexos no Estado de que Rosário do Sul tem talento e aptidão para desenvolver ações de cunho cultural que alcance a todos indistintamente. Destaques para “O Auto da Compadecida – Ijuí Grupo de Teatro da Unijuí”, Cia Retalhos de Santa Maria com “As Criadas”, e “Lifidificador”, da cidade Uruguaiana com a Associação Cultural Agoratespis. Demonstrando que arte pode ser feita com artistas estudantis, universitários, amadores e profissionais em igualdade de condições valendo o talento e a arte própria de cada um.

quarta-feira, 7 de abril de 2010

AGENDA CULTURAL para 2010 – Teatro e Cultura em FOCO

Em reunião no dia 06 de abril com o Secretário Municipal de Educação e Cultura, José de Olávio de Almeida Motta, o Chefe do Depto de Cultura Celomar Marques o Presidente da Associação Cultural Rosário em Cena e do Conselho Municipal de Cultura o Professor Paulo Evandro, muitos assuntos foram abordados e agendados para diversas ações culturais na cidade para este ano com reflexos locais, regionais e estaduais; acompanhe!

Conselho Municipal de Cultura – Foi encaminhado para o Prefeito Municipal Dr. Ney da Silva Padilha ofício, solicitando providências quanto à criação do FUNDO MUNICIPAL DE CULTURA, ação esta que a cada dia se torna mais necessária e indispensável para a evolução das atividades sócio-culturais de Rosário do Sul. Avançaram-se sim, em muitos aspectos da Cultura local, a exemplo da criação do próprio Conselho que reúne os grandes exponenciais culturais da cidade, mas, fazem-se necessário uma política concreta de apoio direto as manifestações artísticas de Rosário do Sul.

Associação Cultural Rosário em Cena - A Associação Cultural Rosário em Cena, neste ano realizará seu evento máximo, Festival de Teatro Rosário em Cena – 11anos, “Minha Vida é um palco iluminado”, no período de 05 a 11 de julho de 2010, tendo por local o Teatro Municipal João Pessoa, para apresentações dos grupos estaduais e internacionais que aqui vão estar. Nisto encaminhou ofício ao Prefeito rosariense alertando para a necessidade da construção de banheiros próprios para os atores, técnica e organização do evento; além da construção de banheiros para público participante do evento.
O Festival em todas suas edições conglomerou grande número de participantes, comprovando ano a ano que a cidade comporta e aceita atividades com esta finalidade, a Associação e a comunidade necessitam que o Teatro João Pessoa, receba o referido melhoramento, tal ação somente preservar e valoriza o Teatro como um espaço comum, democrático e de uso sócio cultural para a sua cidade.

Projeto Semear ROSÁRIO PÓLO ESTADUAL DE CULTURA - O PROJETO SEMEAR E COLHER IEACEN-SEDAC-FUNARTE PREVÊ A REALIZAÇÃO DE OFICINAS DE TEATRO E DE DANÇA
EM CINCO CIDADES-SEDE: GRAVATAÍ, CAXIAS, CRUZ ALTA, CAPÃO DA CANOA E ROSÁRIO DO SUL. O AGENDAMENTO DOS HORÁRIOS DAS OFICINAS ESTÁ SENDO FEITO PELOS COORDENADROES DAS CIDADES.
LISTAMOS ABAIXO AS OFICINAS QUE SERÃO MINISTRADAS COM OS RESPECTIVOS OFICINEIROS E OS COORDENADORES DO PROJETO NAS CIDADES.
OFICINAS OFICINEIROS
Análise e Interpretação do Texto Teatral Luiz Paulo Vasconcellos
Direção Teatral Helquer Paez
Interpretação Teatral Sandra Loureiro
Conceitos de Iluminação Teatral Claudia De Bem –
Dramaturgia Graça Nunes -
Produção Teatral Airton Oliveira –


AGENDA CULTURAL para 2010 – Teatro e Cultura em FOCO

Projeto Semear ROSÁRIO PÓLO ESTADUAL DE CULTURA - AS OFICINAS DE - CENOGRAFIA, - FIGURINOS E - ADEREÇOS, ACONTECERÃO EM PORTO ALEGRE CAXIAS, CRUZ ALTA, CAPÃO DA CANOA E ROSÁRIO DO SUL.
OFICINAS OFICINEIROS
Cenografia Rodrigo Lopes
Figurinos Rosangela Cortinhas
Adereços Malu Rocha
OFICINAS DE DANÇA:
COMPOSIÇÃO COREOGRÁFICA Silvia Wolff
ASSESSORIA PEDAGÓGICA PARA PROFESSORES DE DANÇA Silvia Wolff
Cidades-sede das oficinas de dança:
GRAVATAÍ, CAXIAS, CRUZ ALTA, CAPÃO DA CANOA E ROSÁRIO.
Coordenadores das Cidades Sede GRAVATAÍ: flaviojoseavila@yahoo.com.br artescenicasfundarc@gravatai.rs.gov.br CAXIAS: aslopes@caxias.rs.gov.br CRUZ ALTA: carminhalese@yahoo.com.br CAPÃO DA CANOA: jucanal@yahoo.com.br ROSÁRIO: celomarrosario@gmail.com

Da Casa para Escola, da Escola para o Teatro quinto ano
Adaptação do Espetáculo “CINDERELA, OU A GATA BORRALHEIRA/ A SANDÁLIA DE CRISTAL”, como temática o resgate das fábulas, aproximando o sonho da realidade, fazendo que todos sonhem mais e percebam que as oportunidades estão na mão de todos. APRESENTAÇÕES NO MÊS DA CRIANÇA EM OUTUBRO. O Art’& Vida e seu Diretor Paulo Evandro Costa retornam com o trabalho versando o resgate de sua origem que tem diferentes versões. A versão mais conhecida é a do escritor francês Charles Perrault, de 1697, baseada num conto italiano popular chamado A Gata Borralheira. A mais antiga é originária da China, por volta de 860 a.C. e a mais conhecida é a dos Irmãos Grimm, semelhante à de Charles Perrault. Nesta, porém, não há a figura da fada-madrinha e, no final, as irmãs malvadas ficam cegas ao terem seus olhos furados por pombos. Sociólogos, historiadores e literatos vêem na história de Cinderela muito mais do que uma simples trama romântica. Por ter origem atemporal e ter surgido em várias civilizações diferentes, a trajetória da protagonista traduziria uma espécie de arquétipo fundamental, traduzindo o anseio natural da psiquê humana em ser reconhecida especial e levada a uma existência superior. A literatura e o cinema, cientes disso, utilizaram-se de seu arco dramático para o desenvolvimento de inúmeras outras obras de apelo popular. No Projeto “Da Casa para Escola...” já realizou os seguintes espetáculos, MARIA MINHOCA, O DRAGÃO VERDE, MEMÓRIAS PEQUENO PRÍNCIPE, “OZ PORQUE NOSSA CASA É NOSSA TERRA”...
EMPRESAS LOCAIS QUE SERÃO DIVULGADAS EM BREVE, FARÃO PARTE DE MAIS ESTA ATIVIDADE CULTURAL NA CIDADE E ESTADO, MAS DESDE JÁ CONFIRMA-SE A PARTICIPAÇÃO DA SMEC E SEUS DEPTOS NESTA EDIÇÃO DO “DA CASA”, ALÉM DO PROJETO ESCOLA ABERTA PARA A CIDADANIA DO I.E.E.DEP. RUY RAMOS, CONFIRMA SUA PARTICIPAÇÃO EM MAIS ESTA EDIÇÃO CULTURAL DO PROJETO.

Grupo de Teatro e Dança da Escola Plácido de Castro – Com a Coordenação do Diretor Eduardo Ribeiro e dos Professores Rosenara (Português Literatura e Paulo Evandro, Artes e Sociologia), a Escola Plácido de Castro se insere no quadro cultural da cidade quando no dia 31 de março, realizou no seu salão de eventos uma audição com aproximadamente 150 alunos, para a escolha de elenco para a montagem de um espetáculo musical versando a história, literatura, musicalidade e dança brasileira. Foram selecionados 50 alunos entre cantores, músicos, dançarinos, atores, e demais alunos com ação voltada para o aprendizado e evolução da arte. O projeto recebe o apoio da comunidade escolar e terá entre seus parceiros logísticos a Secretaria Municipal de Educação e Cultura e do Grupo Dança e Vida. Toda esta ação esta focada nos festejos dos 60 anos do educandário.