quem acredita em nós, em nossa arte...

quem acredita em nós, em nossa arte...
quem acredita em nós, em nossa arte...

quinta-feira, 28 de julho de 2011

Curso Superior de Tecnologia em Produção Cênica

Uma Faculdade para formar Produtores de Espetáculos Artísticos

Associados do SATED/RS e da ABRAMUS/RS tem 25% de desconto

MATRICULE-SE AGORA. AS AULAS INICIAM DIA 01 DE AGOSTO.

O Curso Superior de Tecnologia em Produção Cênica é dedicado à formação de profissionais capazes de conceber, gerir, produzir e promover projetos para a montagem e circulação de espetáculos artísticos e realização de eventos culturais. Para tanto, o produtor cênico deverá ter domínio das diferentes estruturas técnicas dos processos de produção, conhecimentos sobre artes da cena, redação de projetos e economia da cultura, tendo capacidade de analisar o contexto social no qual está inserido e suas relações com as propostas culturais. O pensamento crítico e a postura ética ante as opções de ações artístico-culturais serão elementos fundamentais durante todo o processo de aprendizagem no Curso Superior de Tecnologia em Produção Cênica realizado por Faculdades Monteiro Lobato.

O Tecnólogo em Produção Cênica atua na produção de espetáculos e eventos que envolvem música, dança, circo, cinema, vídeo, teatro e linguagens multidisciplinares. Esse profissional trabalha com tecnologias e propostas estéticas, realiza projetos para captação de recursos e atividades de planejamento, execução e divulgação de eventos e espetáculos. São características desse tecnólogo: conhecimento histórico-interpretativo das artes da cena e domínio de códigos, convenções, legislação de incentivo cultural e técnicas de produção dessas linguagens específicas.

Coordenação e idealização geral do curso: Viviane Juguero

Duração: 4 semestres / 1.744 horas/aula


Módulo Elementar


Disciplina: Elementos Estéticos e Técnicos do Teatro
Panorama histórico do teatro. Diferentes estilos e suas respectivas tradições estéticas e políticas. Diferentes espaços de encenação e as possibilidades de relação com o público. Diversos elementos que compõem a construção de sentido no teatro. Necessidades técnicas gerais e específicas. Elaboração e execução de projetos. Políticas públicas para o teatro.
Ministrante: Profª Me Adriane Mottola

Disciplina: Elementos estéticos e técnicos da dança
Construção de um panorama histórico da dança como manifestação cênica, compreendendo diferentes estilos e suas respectivas tradições estéticas e políticas. Abordagem das principais técnicas corporais, levando em conta sua relação com propostas estéticas específicas. Estudo de diferentes espaços de encenação e as possibilidades de relação com o público. Análise dos diversos elementos que compõem a construção de sentido em dança. Observação de dinâmicas de inserção e alcance social. Compreensão de necessidades técnicas gerais e específicas. Especificidades da área na elaboração e execução de projetos. Conhecimento das principais políticas públicas vigentes para a dança no país.
Ministrante: Profª Me Heloisa Gravina

Disciplina: Elementos Estéticos e Técnicos do Audiovisual
A disciplina se propõe a capacitar o aluno a desenvolver projetos e produzir espetáculos que envolvam utilização de elementos de vídeo, cinema, projeção e novas mídias. Compreende o estudo dos fundamentos da linguagem audiovisual e seus diversos aspectos. Realização de projetos e orçamentos envolvendo utilização de audiovisual e suas especificidades, além de compreensão de técnicas de inserção em cena, equipamentos, software, hardware, suportes de captação e exibição.
Ministrante: Prof. Esp. Bruno Gularte Barreto

Disciplina: Elementos Estéticos e Técnicos do Circo
Panorama histórico do surgimento do circo e o desenvolvimento da área no Brasil, ressaltando a importância do palhaço no mundo, com destaque aos palhaços brasileiros e ao circo-teatro; equipamentos circenses; o circo na atualidade; as escolas de circo e o mercado de trabalho na área circense; os riscos da atividade e equipamentos de segurança; elaboração de projetos de incentivo à arte circense.
Ministrante: Profª Me Mima Ponsi
.

Disciplina: Elementos Estéticos e Técnicos da Música
Panorama histórico da música no mundo, no Brasil e no Rio Grande do Sul. Diferentes estilos, suas respectivas postas em cena (concerto, show, recital) e suas necessidades técnicas e acústicas. O que é preciso entender especificamente para elaboração e execução de projetos na área. Principais editais de incentivo e suas características.
Ministrante: Prof. Me. Yanto Laitano

Módulo Essencial

Disciplina: Funções na Produção e Gestão de Pessoas
A disciplina estuda os profissionais envolvidos na produção executiva e suas competências: papéis, funções, capacitação, registros profissionais, formas de interatividade e relacionamento com o produto cênico.
Ministrante: Profª Me. Dedé Ribeiro

Disciplina: Evolução da Encenação e Linguagem
Fundamentos da encenação a partir das conexões entre seus diversos componentes. Visão panorâmica sobre as diferentes correntes de encenação e as teorias que as justificam. Noções sobre o desenvolvimento do espaço teatral, os espaços não convencionais e como estes interagem definindo novos usos de recursos e procedimentos técnicos. Articulação da concepção artística em consonância com as ideias do encenador, a elaboração do projeto e a realidade de produção.
Ministrante: Prof. Esp. Jessé Oliveira

Disciplina: Idealização e Redação de Textos para Projetos Culturais
Conhecimentos conceituais e de práticas sócio-culturais, resultando em lucidez na escolha dos objetivos éticos e estéticos de cada projeto. Organização e exposição das informações nos textos de apresentação da proposta, justificativa, objetivos, metodologia e currículos, com um enfoque na unidade de linguagem, clareza, objetividade, boa utilização da língua portuguesa e da ordenação narrativa. Análise dos diferentes aspectos que podem ser utilizados na defesa textual de um projeto, a partir de informações como: viabilidade, estruturas humana e física; características específicas de orçamentos; contrapartidas, etc.
Ministrante: Profª. Esp. Viviane Juguero

Disciplina: Gestão de Projetos
Fundamentos da Gestão de Projetos. Tipos e Hierarquia de Projetos. Processos e Áreas do Conhecimento em Gestão de Projetos. Estruturas Organizacionais em Gestão de Projetos. Modelos de Maturidade na área.
Ministrante: Prof. Dr. José Augusto Grebim

Disciplina: Economia e Cultura
A disciplina busca familiarizar o aluno com um panorama histórico do desenvolvimento da economia da cultura (especialmente a brasileira) e conceitos relativos à área, como economia criativa e desenvolvimento socioeconômico. Apresenta também, aspectos relativos à valoração dos bens e serviços culturais.
Ministrante: Prof. Esp. Luiz Armando Capra Filho


Módulo Prático-reflexivo

Disciplina: Conceitos e Fundamentos na Formatação de Projetos Culturais
Abordagem dos conceitos de Ação Cultural, responsabilidade social empresarial, marketing cultural e mídia de massa; conceitos básicos sobre PMBOX (conjunto de práticas em gerência de projetos); atribuições do produtor executivo em cada área artística; estudo de formulários padrão (Fundos Municipais, LIC, Rouanet e outros); estudos de ações de retorno de interesse público e ações de democratização de acesso aos locais de eventos.
Ministrante: Profª Esp. Viviane Juguero

Disciplina: Comunicação e Sociedade
Os processos culturais são, também, processos comunicacionais. Assim, a disciplina busca enfatizar as relações entre comunicação e cultura, destacando algumas teorias comunicacionais em que este foco é mais explícito. Ao mesmo tempo, procura-se evidenciar que, enquanto processo comunicacional, todo o produto cultural, para circular em seu meio ambiente, deve buscar a comunicabilidade.
Ministrante: Prof. Dr. Antonio Carlos Hohlfeldt

Disciplina: Empreendedorismo Cultural
Realização e articulação de projetos; pesquisa de perfil de potenciais patrocinadores,conforme público alvo do projeto, dentre outros aspectos; estratégias de abordagem; estudo de contrapartidas; investimento sociocultural privado; ética, responsabilidade e objetividade na gerência de projetos.
Ministrante: Prof. Esp. Maria Aparecida Herok (Cida Herok)

Disciplina: Fundamentos da Trilha Sonora, Acústica e Sonorização
Conceitos de trilha sonora, sonoplastia e efeitos sonoros. Música original e incidental. Profissionais da área. Execução ao vivo ou por diversas vias indiretas. Direitos autorais. Acústica em salas de exibição de audiovisual, teatros, salas de concerto, espaços alternativos e na rua. Sonorização: conceito, aplicação prática e equipamentos.
Ministrante: Prof. Me Yanto Laitano

Disciplina: Espaços da Cena e Iluminação
A disciplina abrange os fundamentos teóricos e práticos sobre o espaço cênico,maquinaria teatral, iluminação cênica e cenografia sob uma perspectiva histórica e suas práticas atuais, contextualizando-os com a produção e gestão cultural.
Ministrante: Profa. Esp. Cláudia de Bem

Módulo Ético-executivo:

Disciplina: Etapas da Realização de Projeto Cultural
Trata da execução de projetos, considerando critérios artísticos, sociais e econômicos. Enfatiza as etapas que fazem parte da organização de um projeto cultural: identificação de política de investimento no setor, análise de propostas, planejamento, pré-produção, produção e execução, divulgação, pós-produção e resultados. Verifica sub-etapas da produção cultural como: conhecimento sobre o produto cultural, identificação de demandas de realização, identificação de parceiros, orçamentos, cronogramas, definição de equipe, contratos, dados técnicos, organização de logística, receptivo, organização de público, acompanhamento de necessidades, relatórios de realização. Trata das etapas de produção para projetos culturais pontuais e produção de projetos realizados em mais de um local. Analisa políticas de formação de plateias para as produções culturais propostas.
Ministrante: Profª Esp. Jane Schoeninger

Disciplina: Arte e Sociedade
A disciplina se propõe a trabalhar a natureza e função da arte e o papel do artista na sociedade. Ocupar-se-á das várias linguagens da arte e da produção cultural contemporânea, bem como das novas mídias e da relação entre arte e educação. Pretende fazer uma análise de projetos culturais realizados em nosso Estado.
Ministrante: Prof. Me Hamilton Braga

Disciplina: Legislação aplicada à Cultura
Leis de incentivo à cultura, leis de meia entrada, legislação trabalhista; aspectos tributários na área cultural, contratos, elementos de direito autoral e relações com modo de produção.
Ministrante: Profª Esp. Adriana Donato


Disciplina: Realização de eventos de grande porte
Conceito de evento, avaliação de possibilidades e oportunidades. Organização, elaboração de projetos, concepção e justificativas. Prospecção de recursos. Gerenciamento de equipes. Execução do evento, organização de infra-estrutura. Contratos com grupos participantes, patrocinadores, casas de espetáculos e empresas. Elaboração de contratos de trabalho para artistas estrangeiros. Liberação de espaços. Venda de ingressos, atendimento ao público. Finalização, prestação de contas, e relatório final.
Ministrante: Prof. Esp. Breno Ketzer

Disciplina: Promoção e Divulgação
A disciplina busca oferecer fundamentos de Comunicação e Marketing, capacitando o aluno a escolher a melhor estratégia para divulgar seu produto cultural. Possibilitará o conhecimento das diferentes ferramentas do mix promocional e o qualificará a elaborar um plano de comunicação, bem como a se relacionar com os diferentes veículos da mídia gráfica, eletrônica e digital.
Ministrante: Profª Esp. Silvia Abreu

Criação de Figurino: Moda, Artes e Cultura

CURSO

Apresentação
O curso de criação de figurino busca articular conhecimentos gerais das artes, moda e estudos sobre cultura para oferecer aos participantes possibilidades de experimentar e exercitar tais conhecimentos que serão fundamentais para a criação de figurinos cênicos. Através de aulas práticas e teóricas são apresentados conteúdos que vão desde cultura e estética passando pelo desenho, processo criativo, conhecimentos de tecnologia têxtil até chegar ao projeto final de preparação para execução de diferentes propostas de criação de figurino. É um curso de criação e não produção/execução de figurino.

Objetivos do curso
- Buscar compreender a criação de figurino cênico em diferentes propostas;
- Introduzir os participantes aos conhecimentos e ferramentas básicas para a criação de figurino como o desenho de figura humana, desenho de figurino e desenho técnico entre outros;
- Apresentar informações que auxiliem no processo criativo individual, na preparação do projeto de figurino e na execução deste;
- Contribuir na organização de projetos de criação passando pelas etapas de elaboração, pré-produção e produção de um projeto.

Público-alvo:
Estudantes e profissionais de moda, teatro, dança, audiovisual, visual merchandising, produtores de moda, pessoas atuantes nocarnaval e demais interessados no assunto.

Modalidade: Presencial e à distância
Local: Avenida Independência 330/sala 410 – Porto Alegre/RS
Data: 10 de agosto à 07 de dezembro de 2011
Dia da Semana: Quarta-feira / noite
Horário: 19:00 às 22:10 horas
Duração: 14 encontros presenciais
Carga Horária: 60 horas/aula
Investimento: à vista R$ 500,00

Condições:
Valor total: R$ 500,00

Para fazer sua inscrição é necessário pagar a taxa de matrícula. Quando a turma for confirmada você poderá pagar o restante do curso.
Obs: Caso a turma seja cancelada devolveremos o valor da matrícula (R$ 50,00) na íntegra.
O Valor do curso pode ser pago pelo pagseguro à vista ou parcelado


Inscrição:
http://www.indepin-edu.com.br/index.php?option=com_cursos&id=42

Programa:
Módulo 01 - Figurino: Arte e Moda
- Cultura, Estética e Figurino;
- História da Moda e Indumentária;
- O Figurino Cênico;
- Materiais para produção figurino;
- Figurino: Cor e luz

Módulo 02 - Desenho de Figurino
- Desenho de figura Humana;
- Desenho de Figurino;
- Desenho e cor;
- Desenho Técnico de Figurino;

Módulo 03 - Criação de Figurino
- Projeto de Figurino;
- Processos de Criação;
- Pesquisa para a Criação de Figurino;
- Criação de Figurino;
- Seminário de processos criativos;

Materiais necessários:
Material para o “Módulo 2”
- Lápis (tipo HB, 2B, 4B);
- Borracha macia;
- Apontador;
- Lápis de cor;
Demais materiais serão combinados com o professor em aula.

Obs.: As atividades à distância serão propostas pelo professor no decorrer do curso de acordo com o andamento dos módulos. Constituir-se-á de exercícios e leituras especificas fundamentais para o presente curso, definidos a partir das necessidades dos alunos.

Certificado:
Será fornecido a todos que tiverem, no mínimo, 75% de frequência. Certificados reconhecidos por lei e válidos para concurso e/ou atividades complementares.

Professor:
Anderson Luiz de Souza: Bacharel em Moda pelo Centro Universitário de Maringá CESUMAR/ PR. Especialista em Arte Contemporânea e Ensino da Arte na Universidade Luterana do Brasil - ULBRA. Atualmente é docente no SENAC-RS, lecionando na Faculdade de Tecnologia (FATEC) e na escola SENAC Canoas Moda e Beleza no Curso Técnico em Produção de Moda e em cursos de capacitação profissional atuando no ensino de desenho à mão livre, desenho e criação de moda, história da moda, desenho técnico e ilustração de moda com uso de softwares (Corel Draw e Photoshop), pesquisa em moda e cultura, pesquisa e desenvolvimento de coleção, técnicas de vitrinismo, tecnologia têxtil, técnicas de estamparia e processos serigráficos e portfólio de moda. Atua também como orientador de trabalhos de conclusão do curso técnico em moda. Pesquisador do Processo C3 Grupo de Pesquisa onde desenvolve a revista digital Informe C3 - Corpo, Cultura, Artes e Moda (www.processoc3.com). Como bailarino de dança contemporânea atuou em vários espetáculos, performances, festivais e mostras de dança. Artista Plástico integrante do Grupo/Projeto Arquivo Temporário. Ministra palestras sobre: A relação Moda e Figurino, Inspirações e Tendências de Moda, Vitrinismo - construindo cenas. Além de trabalhar como designer gráfico, estilista, figurinista, ilustrador de Moda e assistente de fotografia. Integrou a comissão organizadora da 1ª Reunião Moda como Cultura/RS; foi delegado da Moda representando o RS no I Seminário Nacional de Moda organizado pelo Ministério da Cultura. Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/8698759327493556

Informações:
INDEPIn
Email: contato@indepin-edu.com.br
Fones: 9755-44-23 / 9933-0634
Av. Independência, 330 / sala 410 - Porto Alegre
http://www.indepin-edu.com.br


Wagner Ferraz
Processo C3
Informe C3 - Revista Digital
Terpsí Teatro de Dança
Fone:51-9306-0982
Site: www.processoc3.com
Blog: http://processoc3.posterous.com/
E-mail:wagnerferrazc3.yahoo.com.br
CV: http://lattes.cnpq.br/7662816443281769
Porto Alegre/RS /Brasil

sábado, 23 de julho de 2011

12ª edição do Festival Internacional de Teatro Rosário em Cena encerrou domingo a noite com a premiação...



foto - Julio Cesar Lemos - Folha Rosariense

...dos melhores entre os participantes que concorriam nas categorias Adulto e Infantil. Os Grupos de Santo Ângelo, Santa Maria, Osório, Porto Alegre, Buenos Aires, Nova Mutum-MT, Itaqui, Giruá participaram do festival junto com o anfitrião grupo Art & Vida.
Celomar Marques, da organização lembra que foram disponibilizados mil reais por grupo, como ajuda de custo tendo ainda a premiação em dinheiro de mil reais para os dois melhores espetáculos e individuais de R$ 150,00.
Foram vencedores do festival como melhor espetáculo, Categoria Infantil: o Grupo de Teatro da Unijuí, com a peça “Pedro Malazartes”, direção de Alberto Rodrigues e Categoria Adulto com a peça “Fim de Partida”, pelo grupo de Teatro Por que Não, de Santa Maria, com direção de Luiza de Rossi. A Peça Pedro Malazartes levou quatro troféus e no Adulto, “Fim de Partida” faturou cinco troféus.
O Prefeito Ney Padilha em seu pronunciamento agradeceu a Associação Rosário em cena na pessoa do Presidente Paulo Evandro Costa e todos os grupos participantes por fazerem o festival acontecer e proporcionar a comunidade rosariense uma semana de magia e sonhos através das artes cênicas. Paulo Evandro Costa destacou o trabalho de sua equipe, enfatizando o Rosário em Cena é um patrimônio da comunidade e de todos os que participam do evento. Os jurados foram Mauro Soares, Antônio Carlos Brunet (DUNGA) e Sandra Loureiro. O Rosário em Cena é uma promoção da Associação Cultural Rosário em Cena com o apoio da Administração Municipal através de suas Secretarias de Educação e Cultura, Desporto e Turismo e Obras Urbanas, contando também com o incentivo de inúmeras empresas locais, bem como instituições de ensino, exemplo a Escola Estadual de Ensino Médio Plácido de Castro, local onde funcionou o alojamento dos grupos. Além de todos os patrocinadores, foram destacados os alunos do Projeto JOVEM APRENDIZ e apresentada a nova diretoria da Associação Rosário em Cena, com a presidência de Paulo Evandro.

PREMIAÇÃO do 12º Rosário em Cena

Categoria Infantil: Melhor Caracterização: Espetáculo Pedro Malazartes (Grupo Unijuí- Ijuí/RS); Melhor Trilha Sonora: Anne Fucilini e Francieli Dortzbacher por Pedro Malazartes (Unijuí/ Ijuí/RS); Melhor Figurino: Douglas Barboza por A Velha e o Vagabundo (Peppe Company Cia Artística - Santo Angelo/RS); Melhor Ator: Douglas Barboza por A Velha e o Vagabundo (Santo Ângelo/RS); Melhor Direção: Alberto Rodrigues por Pedro Malazartes (Ijuí/RS); Melhor Espetáculo: Grupo de Teatro da Unijui por Pedro Malazartes (Ijuí/RS)
Categoria Adulta: Melhor Caracterização: Alberto Rodrigues por Inspetor Geral (Grupo Unijuí-Ijuí/RS); Melhor Trilha Sonora: Ismaile Alans e João Felipe Tondo por Escuta-me (Cia Teatro In Vento-Osório/RS); Melhor Figurino: Grupo Teatro por que não? por Fim de Partida -( Grupo Por que Não, Santa Maria/RS); Melhor Cenário: Cia Teatral In Vento por Escuta-me (Cia Teatro In Vento-Osório/RS); Melhor Iluminação: Horacio Medrano por ADN Hijos sin Nombre- (Grupo Tea Teatro- Buenos Aires- Argentina); Melhor Ator Coadjuvante: Cauã Kubaski por Fim de Partida (Grupo Por que Não, Santa Maria/RS); Melhor Atriz Coadjuvante: Rafaela Costa por Fim de Partida ( Grupo Por que Não, Santa Maria/RS); Melhor Ator: Lucimar Costa por Inspetor Geral (Grupo Unijuí/Ijuí/RS); Melhor Atriz: Dalila Romero por ADN Hijos sin Nombre- (Grupo Tea Teatro- Buenos Aires- Argentina); Melhor Direção: Luiza de Rossi por Fim de Partida ( Grupo Por que Não, Santa Maria/RS); Melhor Espetáculo: Grupo Teatro Por que não? Por Fim de Partida ( Grupo Por que Não, Santa Maria/RS); Júri Popular Infantil: Os Intiquentos Companhia de Teatro e Circo por a historia dos caminhos que se cruzam; Júri Popular Adulto: Tea Teatro por ADN Hijos Sin Nombre- (Grupo Tea Teatro- Buenos Aires- Argentina)
Prêmio Especial do Júri: A Comissão Avaliadora do XII Festival de Teatro Rosário em Cena decidiu por unanimidade outorgar o premio especial do júri , por sua disponibilidade, compreensão e eficiência em suas atribuições como técnicos do evento a Patrick Deneque e Douglas Torres.


Dirigente Cultural da SMEC elogia festival Rosário em Cena
(EXTRA) Em manifestação no palco do teatro municipal de Rosário do Sul, o Chefe do Departamento Cultural da SMEC, Celomar Marques, elogiou a organização e também a qualidade dos espetáculos do Rosário em Cena, realizado durante quase uma semana em Rosário e que contou com a participação de grupos teatrais gaúchos, além de um do Mato Grosso e outro da Argentina:
“Chegar a 12 edição do Festival é um sonho realizado, um trabalho que começou há mais de 15 anos atrás, quando eu e o Paulo Evandro atuamos em um espetáculo teatral pela primeira vez. Todo este desenvolvimento que o Rosário em Cena teve, é um trabalho árduo e dedicado do Paulo Evandro, enquanto Presidente e produtor. Nós ajudamos é claro, mas tudo isto que se vê agora, tem a mão dele. A Administração Municipal, através de sua Secretaria de Educação e Cultura, apóia integralmente, não só com recursos financeiros( este ano foram R$ 12 mil reais), mas também com estrutura de transporte para os alunos de escolas que prestigiam o evento. Como Dirigente Cultural do município e Vice-Presidente do Festival, fico orgulhoso de ser rosariense, a caminhada foi longa, por vezes árdua, mas os resultados são mais do que animadores, o Rosário em Cena é uma realidade e tem o principal para que qualquer evento deste nível aconteça, o apoio incondicional da comunidade como um todo. Isso demonstra que aqui a cultura tem prioridade, não só para as instâncias governamentais, mas para o público que prestigia”.


Rosário em Cena: Peças vencedoras serão conhecidas domingo


Todos os caminhos levam ao Teatro Municipal de Rosário

O Festival Rosário em Cena é sucesso de público e de crítica. Em sua 12ª Edição recebe grande número de participantes de grupos teatrais do Estado do Rio Grande do Sul e Mato Grosso, bem como de representação Argentina. A abertura ocorreu segunda a noite com um happy hour no Comercial, onde a organização e apoiadores falaram para um público superior a quatrocentas pessoas. Todos assistiram a peça Romeu e Julieta que abriu oficialmente as apresentações. Terça, quarta e quinta foram ao menos três sessões para público adulto e infantil. Crianças e jovens de escolas rosarienses foram prestigiar as peças teatrais pela manhã e tarde. A noite mesmo com as temperaturas muito baixas, o público também foi grande.

Nesta sexta, 08 de julho, foi apresentado pela manhã a peça “Fim de partida”- representando Santa Maria (Adulto); Às 15h - “João e Maria”- Santa Maria (Infantil); Grande atração do festival será às 20h quando será apresentada ao público a peça “ADN-Hijos sin nombre”- Buenos Aires- Argentina- Cia Tea Teatro- (Adulto); Às 23h- Sessão Maldita “No fio da navalha”- Cia Retalhos (SM); No sábado 09/julho- 10h “Adivinha quem vem para rezar?”- Grupo Mosaico- Porto Alegre (Adulto); 15h “A história dos caminhos que se cruzam” - Nova Mutum- Mato Grosso do Sul (Infantil); 17h - Bate papo cênico com Sated-RS- Poa - Ida Celina Weber- atriz Porto Alegre e participantes do Festival. 20h “O inspetor Geral”- Unijuí- Ijuí (Adulto); 24h- Festa à fantasia do Festival e Premiação Paralela no Restaurante Status (Caixeiral); Domingo, 10 de julho- 15h- “Pedro Malazartes”- Grupo de Teatro Unijuí- Ijuí- (Peça Infantil); 19h- Sátiras teatrais e premiação com direção de Paulo Rezendez.
Os convites serão populares e custarão o mesmo que em anos anteriores: R$ 3,00 infantis e adultos; R$ 5,00- Sessão Nobre Amor Angular; Sessão Maldita R$ 10,00 e Festa a Fantasia R$ 15,00- Limitada e exclusiva.
O Festival tem o patrocínio de Proanálise, Let's Go! Idiomas, Academia do Som, Banrisul, Guto Embalagens, Escolinha Gente Miúda, Caribe Conveniências, Renal Clínica, Vereador Edmundo da Rosa, Mike Breier, Vereadora Cíntia Souza, Vereador Alsom Pereira da Silva, Vereadora Catarina Vasconcelos, CRS Cosméticos, Centro de Ajuda Escolar Check Up; Teixeira Lanches, Centro Médico da Visão, Farmácia Arigony, Griffo, Janete Lisboa Coiffeur, Rosa Tur, ZAF, Dr. Nilo Souza, Kibelândia e apoio do Instituto Estadual de Artes Cênicas, Escola Plácido de Castro, Negócios Rosul, Imagem Comunicação Visual, Atena gestão de negócios, Clube Comercial, Cidade FM, Citrusul, Spirit Sound, Expresso Leão, CORSAN, Rádio Marajá, Canto Livre Claro, Rádio Transamérica, Dra. Clarissa Telles, e jornais Agora, Gazeta de Rosário, Fronteira do Sul e Folha Rosariense.

sexta-feira, 1 de julho de 2011



DO CELULAR DA SAMANTA PEREZ SALTO DO JACUÍ PARA O CELULAR DO PAULO EVANDRO
VEJA
MEU DEUS, NEM EU SABIA QUE SENTIA TANTA SAUDADE DE TUDO, DE TODOS, DE TI. UM BEIJÃO E QUE DEUS SEMPRE ILUMINE ESSES AMIGOS ESPECIAIS, QUE NÃO VEJO HÁ TANTO TEMPO, MAS QUE MORAM PARA SEMPRE NO MEU CORAÇÃO! O TEATRO ME FAZ TANTA FALTA... NÃO IMPORTA O QUE EU FAÇA NUNCA MAIS ME SENTI COMPLETA. SAUDADES, SÁ...
NA FOTO SAMANTA NO ESPETÁCULO FACES AO ENTARDECER, BJAO E SAUDADES DO ROSÁRIO EM CENA DO TEU AMIGO PAULO E DO MUNDO DO TEATRO, BJÃO VÊ SE APARECE!